Ailton Vilela Primo
Prosas, versos e crônicas frutos de uma alma inquieta e livre.
Textos
BENDITOS
Bendita seja a água

Que lava a sujeira do mundo

Bendito seja o fogo

Que incinera a maldade

Bendita seja a oração

Que limpa a impureza das almas

Benditos os homens de fé

Que nunca perdem a calma

Benditos os homens que agem

Feitos de pura coragem

Benditos os que resistem

Aos golpes da iniquidade

Sem se darem por vencidos

Benditos os que caíram

Por descaso ou crueldade,

Jamais serão esquecidos

Bendita seja a vida

Bendita seja a esperança

Bendita seja toda a humanidade

AVP-26/03/2021
Al Primo
Enviado por Al Primo em 26/03/2021
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras