Ailton Vilela Primo
Prosas, versos e crônicas frutos de uma alma inquieta e livre.
Textos
BATAM NA MADEIRA
O Brasil continua a surpreender aos brasileiros e ao mundo. Quando se pensa que os escândalos vão diminuir, começa uma nova leva. Já não chega o massacrante bombardeio de notícias sobre a pandemia de Covid-19, que já nos levou ao limite da paciência. Começam a voltar assuntos que já supúnhamos resolvidos. A anulação das sentenças de Lula na Lava a jato por um alegado conflito de competências da 13a. vara federal de Curitiba para julgar os fatos, é um grande exemplo disso. O Ministro Edson Fachin, do STF, concedeu no dia de hoje (09/03/2021), um habeas corpus a pedido da defesa de Lula, retornando os processos para a Justiça Federal do DF e restituindo ao réu seus direitos políticos que estavam suspensos. Imediatamente o país foi invadido por três ondas: A esquerda comemorou com estardalhaço, o centrão não foi tão efusivo e sua reação foi mais discreta, e a direita ficou perplexa. Os seguidores e apoiadores do atual governo já reagiram sob a influência dos maquiavélicos noticiários da mídia convencional que davam o fato como consumado, que o fantasma da esquerda voltará em 2022. Mas, calma lá! Vamos por partes: O ministro Fachin baseou sua decisão apenas no conflito de competência da corte. Em nenhum momento disse que o réu é inocente. Os crimes cometidos não foram extintos, apenas serão reavaliados por outro tribunal e este provavelmente aproveitará as provas já coletadas no primeiro julgamento. Toda a nação brasileira já sabe que o réu é desonesto, e corrupto em altíssimo grau. Isso, não vai mudar. Pessoalmente não acredito, mas vamos admitir que Lula tenha a cara de pau de entrar novamente na disputa presidencial. Nesse caso, os eleitores de todo o Brasil, já têm as informações levantadas pela lava-jato e que o levaram a prisão. Ninguém mais poderá alegar ignorância. Esse detalhe técnico de conflito de competência, não anula o conceito já formado ao longo do seu julgamento em Curitiba. O homem é corrupto e desonesto mesmo. O estrago que Lula et caterva fizeram nos cofres da nação, e nas estatais foi descomunal. O maior escândalo de corrupção do planeta. Isso não tem tecnicalidade que anule, e é isso que deverá ser levado em conta para fins de futuros pleitos. Se o povo brasileiro, sobretudo o eleitorado da esquerda insistir em votar em Lula, o farão sabendo que se trata de uma pessoa inidônea, irresponsável e altamente desonesta. Se a direita se mantiver inerte e desinteressada como tem sido há décadas, também estará avalizando e se tornando cúmplice de um novo desastre caso Lula seja eleito. E nem poderá reclamar. Deus nos livre disso. Retrocesso não!
Al Primo
Enviado por Al Primo em 09/03/2021
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras